fbpx
contato@institutoeidos.com.br

Nota de pesar pelo incêndio no Museu Nacional

3 set 2018

Nota de pesar pelo incêndio no Museu Nacional

//
Comentários0
/

É com imenso pesar que o Instituto Eidos, acompanha as notícias sobre o incêndio no Museu Nacional.

A mais antiga instituição científica do Brasil virou pó. Fundado em 1818, com recém completados 200 anos de existência, o Museu Nacional, detentor de um dos mais importantes acervos de história natural da América Latina foi destruído pelo fogo, mas o combustível para tal desastre, foi o abandono na qual a instituição se encontrava nos últimos anos. Retrato do total descaso na qual a ciência e educação do país se encontra.

Construído no início do século XIX, o palácio foi residência oficial da Família Real Portuguesa, e por eles foram iniciadas as coleções de objetos histórico/artísticos. Dom Pedro I cresceu e brincou pelos jardins do palácio localizado na Quinta da Boa Vista no Rio de Janeiro. Também foi no local que em 1822 a Princesa Maria Leopoldina assinou a declaração de independência do Brasil.

Com salas fechadas devido a problemas estruturais e fosseis desmontados, o Museu já não dispunha de recursos suficientes para a manutenção do prédio e dos acervos constituído por diversas coleções artísticas, históricas, culturais, biológicas, arqueológicas e outras.

O incêndio no Museu Nacional representa não só uma perda irreparável para história do Brasil, mas também um retrato do total descaso com a Ciência e Educação do país.

Fazer ciência em um país que relega a importância que se faz intrínseca a atividade, tem sido um desafio para pesquisadores, desafio esse que infelizmente, em muitos casos, se faz intransponível devido à falta de incentivos/investimentos governamentais básicos, não só para o desenvolvimento das atividades científicas em si, mas também, para o acesso a sociedade as informações oriundas das pesquisas, acesso esse, que por exemplo, se faz por meio dos museus.

Por fim, o Instituto Eidos se solidariza com a comunidade acadêmica/científica do Museu Nacional e com a sociedade brasileira como um todo.


Sidney Medeiros
Sócio-Fundador

Vagner Felix
Sócio-Diretor

Deixar uma Resposta